Oceana Lança Campanha da Lista Azul Pela Pesca Sustentável - Oceana

Oceana Lança Campanha da Lista Azul Pela Pesca Sustentável

Press Release Date: May 21, 2015

Location: Porto de Galinhas (PE)

Contact:

Anna Baxter | email: abaxter@oceana.org
Anna Baxter

Quase cem espécies de peixes marinhos brasileiros de importância comercial estão ameaçados de extinção e alguns podem desaparecer das nossas águas e também das nossas mesas. Transformar a lista vermelha de espécies ameaçadas em lista azul de peixes abundantes é um desafio, mas pode ser vencido. Para isso, é necessário que o governo brasileiro adote a obrigatoriedade de planejamento para todas as pescarias, que passariam a ser feitas conforme os limites e a capacidade de reposição de cada espécie de peixe.

Para mobilizar a sociedade e alcançar esse objetivo, a Oceana lança hoje a Campanha da Lista Azul, que busca a sustentabilidade da pesca marinha nacional por meio da adoção de planos de manejo baseado em dados científicos para todas as pescarias. A campanha será realizada principalmente por meio de redes sociais e começa a circular no 5º. Congresso Brasileiro de Biologia Marinha (5º. CBBM), que acontece em Porto de Galinhas, Pernambuco, até o dia 21 de maio.

“Nossa mensagem é simples: chega de surpresas, queremos planos”, explica Monica Brick Peres, diretora geral da Oceana Brasil e vice-presidente da Oceana Internacional. “O governo está empenhado em retomar a gestão pesqueira no país, mas toda a sociedade tem que ajudar. Cada um deve fazer sua parte porque essa não será uma tarefa fácil. Por isso a campanha. Como temos dito, apenas a proibição de captura não é suficiente. Precisamos de planos de manejo de base científica e, com eles, todo o ordenamento das pescarias para que elas possam voltar a ser rentáveis. Precisamos reverter o quadro de declínio e trazer de volta a abundância de peixes que tínhamos em nosso mar no passado. Essa mudança foi feita em vários países, como Estados Unidos, Noruega, Austrália. Não é fácil, mas é possível”, completou ela.

Apenas a proibição da pesca, prevista na portaria 445 do Ministério do Meio Ambiente que atualizou a lista de espécies ameaçadas e foi publicada em dezembro de 2014, pode fazer com que essas espécies em risco continuem sendo pescadas acidentalmente e até vendidas ilegalmente como se fossem peixes permitidos, por exemplo. “Eu não quero pagar para comer uma espécie ameaçada. Eu quero pagar por um peixe que foi capturado de forma sustentável, que está gerando empregos e renda para o setor produtivo”, afirma Monica Peres.

Campanha

Campanha da Lista Azul será realizada por meio de uma petição on line, que servirá de instrumento para que os participantes demonstrem sua preocupação com o assunto e manifestem seu apoio às decisões e investimentos que terão que ser adotados pelas autoridades. A petição será divulgada pelos canais de rede social da Oceana, juntamente com um vídeo explicativo de 14 minutos que esclarece o contexto que levou à campanha. A lista azul de peixes abundantes, que é o oposto da lista vermelha de peixes ameaçados, será uma realidade quando essas populações começarem a se recuperar por meio do manejo adequado. A Oceana está distribuindo no CBBM fitas azuis para serem atadas nos pulsos de participantes do evento que apoiam a campanha.

Para o manejo da pesca, é essencial realizar três ações: ter limites de captura para as espécies-alvo; evitar a captura acidental de espécies que não têm valor comercial; e proteger espécies e habitats vulneráveis, bem como locais importantes para o ciclo de vida das espécies, como áreas de berçário e agregações reprodutivas. “A pesca é muito importante para o país e muitas pessoas que vivem dela. Por isso as pescarias precisam ser monitoradas, avaliadas, manejadas, fiscalizadas, com planejamento de curto e longo prazo para que a pesca no Brasil seja sustentável hoje, amanhã e sempre”, completou Monica Peres.

Para participar da petição online, acesse:

https://secure.avaaz.org/po/petition/CAMPANHA_DA_LISTA_AZUL_pela_pesca_sustentavel_com_planos_de_manejo

Assista ao vídeo da campanha em: https://goo.gl/Xn6jgG

Conheça a proposta da Oceana para plano de manejo em: http://brasil.oceana.org/proposta-de-estrutura-e-procedimentos-para-elaboracao-de-planos-de-manejo-da-pesca

Acompanhe as ações da campanha e outras informações:

– Pelo Facebook: https://www.facebook.com/oceanabrasil

– E pelo Twitter: https://twitter.com/OceanaBrasil